Os desafios econômicos no mercado nacional nos últimos quatro anos, associado ao desejo por um novo patamar de expansão e o intercâmbio promovido pela ABF em parceria com a Apex Brasil, alavancaram ainda mais o processo de internacionalização de franquias brasileiras. O estudo já consolidado de 2019 (diferente dos dados gerais prévios, estes de internacionalização são os finais) indica que há 163 redes nacionais com operações em 107 países. Em 2018, eram 145 redes, em 114 países. O segmento de Moda é o mais representativo, com 35 marcas; Saúde, Beleza e Bem-Estar vêm a seguir, com 32, e Alimentação em terceiro lugar, com 25. Esses dois últimos segmentos, junto com Serviços e Outros Negócios, apresentaram variações positivas expressivas de 2018 para 2019.

Os Estados Unidos permanecem sendo o principal destino das marcas brasileiras no exterior, com 67 redes operando localmente. Portugal se mantém como o segundo país mais procurado, com 44 marcas, e o Paraguai em terceiro, com 36 redes. Em todos os países houve elevações significativas da atuação de franquias brasileiras.

Já no movimento contrário, a ABF registrou a existência de 214 redes estrangeiras operando no Brasil, originárias de 30 países, crescimento de, respectivamente, 13% e 25% em relação aos indicadores de 2018. Os Estados Unidos mantêm a liderança, com 81 das marcas, Portugal permanece na segunda posição, com 22 e a Espanha vem a seguir, com 17. Alimentação, Saúde, Beleza e Bem-Estar, Moda e Serviços Educacionais concentram a maior parte das redes estrangeiras.

“2019 foi um ano muito positivo para internacionalização de franquias brasileiras. Várias marcas deram início à este processo e outras fecharam negócios em mercado importantes. Temos notado inclusive projetos mais sofisticados envolvendo master franqueados e/ou multifranqueados locais. As missões empresariais da ABF/Apex Brasil e a participação em congressos e feiras internacionais tiveram um papel ainda mais importante neste processo. Temos casos, por exemplo, da abertura de uma unidade e o fechamento de acordos para inauguração de dezenas de unidades nos EUA de uma franquia de Alimentação e inauguração de uma franquia odontológica na China, dentre outros”, afirma André Friedheim.

Sobre a ABF

ABF – Associação Brasileira de Franchising é uma entidade sem fins lucrativos, fundada em 1987, que representa oficialmente o sistema de franquias brasileiro. O setor registra um faturamento anual de aproximadamente R$ 186 bilhões, mais de 161 mil unidades e cerca de 2.900 marcas de franquias espalhadas por todo o Brasil. Além disso, o franchising brasileiro responde por 2.4% do PIB e emprega diretamente mais de 1.36 milhão de trabalhadores. Atualmente com mais de 1.400 associados e cobrindo todo o território nacional por meio da seccional Rio de Janeiro e de regionais (Sul, Minas Gerais, Centro-Oeste, Nordeste e Interior de São Paulo), a entidade reúne franqueadores, franqueados, advogados, consultores e demais fornecedores e stakeholders do setor. O propósito da ABF é fomentar o franchising brasileiro, nacional e internacionalmente, para que ele se mantenha próspero, sustentável, inovador, inclusivo e ético. A Associação se dedica a aperfeiçoar o sistema de franquias brasileiro por meio da capacitação de pessoas em diversos cursos presenciais e on-line, do estímulo à inovação, da disseminação das melhores práticas, da representação junto às diversas instâncias públicas e divulgação dos resultados do setor.