*Por Mariangela Cifelli

Muitas pessoas me abordam para entender quais são os caminhos e como são as oportunidades em Miami.
Eu dou abertura para conversar com muitas delas, porque um dia pessoas também fizeram isso por mim. Por coincidência do destino, a primeira pessoa que me estendeu a mão foi a Anelise Daniele, minha sócia na NewG Recruitment.

No geral a vida aqui é muito boa. Temos segurança, liberdade de ir e vir, programações ao ar livre, praias, parques, teatro aberto. Também temos museus, universidades e todo tipo de gastronomia.
O trânsito flui, mas também é caótico. Apesar de não termos os motoboys, o carro aqui é uma arma na mão das pessoas. Pessoas que não respeitam as normas, jovens que desde os 16 anos podem dirigir, turistas que vêm alugar um carro potente para acelerar por aí…

Para quem tem filhos, antes de definir onde morar, precisa avaliar o grade das escolas na região. Isso é fundamental.
Sobre o sistema de crédito, você consegue obter cartão de crédito, leasing e financiamentos na medida em que consegue criar o seu credit score. Leva um certo tempo e você começa de forma conservadora, até que vão liberando as ofertas. Nesse momento você recebe cartas o tempo todo, com várias ofertas de cartões, seguros, leasing, e por aí vai. Eles sempre sabem o que você está querendo consumir.

Se você tem intenção de imigrar, procure um escritório de Imigração. Existem possibilidades e aqui em Miami temos escritórios especializados na comunidade brasileira.

Por causa da pandemia os processos imigratórios estão mais lentos e as empresas não estão dando foco para contratações internacionais, apenas full remote quando envolve um profissional no exterior.
Em relação ao mercado de trabalho, aqui em Miami tem um pouco de tudo, como pequenos e médios empresários se profissionalizando nos mais diferentes segmentos. TI, Telecom, Mercado Financeiro, Retail e Saúde são setores fortes no geral. A área comercial, trade e marketing são bem posicionadas, mas as demais áreas nem tanto, até porque não temos muitos headquarters em Miami ainda.

Existe uma expectativa de novas startups, fintechs iniciarem a operação aqui, bem como a transferência de empresas para cá. O governo vem se envolvendo em projetos de incentivos e tem muita coisa na mídia, com o slogan Silicon Beach. Muitos escritórios de Private Equity e Venture Capital crescendo na região e muitas startups early stage.
Num futuro breve, teremos outras perspectivas de mercado em Miami, vamos conferir!

Acho que consegui dar uma pincelada dos principiais tópicos, mas posso escrever um livro de tudo o que já vivi aqui.
O que mais você quer saber? Deixe o seu comentário.

* Mariangela Cifelli é sócia da NewG Recruitment, especialista em RH, divide-se entre Miami/ Fort Lauderdale (USA) e São Paulo (Brasil)