Um ano passa relativamente rápido. Percebemos isso nas efemérides, quando o ritmo dos anos é marcado e a gente tem impressão de que um ano atrás foi ontem. É o caso do aniversário da BizBrazil Magazine, que de repente chegou quase que despercebidamente por nós.

Um ano atrás surgiu a ideia, compartilhada pelo jornalista Antonio Tozzi e este editor, de que havia espaço para uma revista que tratasse de um segmento até então deixado de lado pelas publicações em português nos Estados Unidos – os negócios.

A ideia tomou corpo depois que uma série de circunstâncias fizeram com que um novo grupo de brasileiros – empresários em busca da internacionalização de seus negócios – movimentou-se com mais vigor no sentido estabelecer suas empresas nos Estados Unidos. Assim, uma nova leva de empresários brasileiros bem sucedidos começou a aportar no país, trazendo dólares e muita disposição na mala.

Esse fluxo acabou gerando também um novo tipo de profissional oportunista, supostamente encarregado de mostrar os caminhos complicados que levam ao estabelecimento de novos negócios por aqui. Aproveitando-se da falta de conhecimento e da ansiedade dos empresários para chegar ao mesmo sucesso que tiveram no Brasil, desta vez no maior mercado do mundo, alguns profissionais inescrupulosos mostraram caminhos completamente equivocados, que geraram frustração e grande prejuízo para muita gente.

Para fazer contrapartida a esse equívoco, surgiu um movimento destinado a orientar realística e responsavelmente o empreendedor que deseja exportar seu sucesso para os EUA. Instituições como a Brazilian-American Chamber of Commerce of Florida e o recém-fundado GBI (Global Business Institute), por exemplo, criaram uma série de eventos e palestras educacionais, tanto no Brasil quanto aqui, para indicar aos empreendedores o caminho certo e seguro que leva ao sucesso nos Estados Unidos.

A ideia inicial da BizBrazil Magazine veio nessa mesma onda: criar um veículo de comunicação que fosse o guia desse caminho, a partir do relato dos empresários brasileiros que deram certo nos Estados Unidos. A abordagem ganhou de imediato o apoio e a contribuição das duas instituições citadas, com as quais a BizBrazil Magazine atua em cooperação. Sobre o GBI, por sinal, há uma ótima entrevista com o seu CEO, Manoel Suhet, na página 12 desta edição.

Neste seu primeiro ano de vida, a BizBrazil Magazine alcançou dois sucessos importantes: foi extremamente bem recebida no meio empresarial e passou da periodicidade trimestral para a bimestral, fato que aconteceu antes do previsto. Dois bons motivos para entrarmos no segundo ano com motivação ainda maior.

De certa maneira, entretanto, terminamos esse primeiro ano exatamente da mesma forma que começamos, ao destacar na nossa capa e matéria principal a maior autoridade oficial brasileira no estado da Flórida. Na primeira edição, nossa capa foi com o então cônsul do Brasil em Miami, Adalnio Senna Ganen, que deu grande incentivo para nossa iniciativa. Um ano depois, é novamente o cônsul do Brasil em Miami que ilustra nossa capa, cargo desta vez ocupado por João Mendes, um jovem e vigoroso embaixador, que parece pertencer a uma nova geração de diplomatas brasileiros, empenhados com o compromisso de uma atuação mais prática e efetiva na representação diplomática, tanto no antendimento aos brasileiros, residentes ou não, quanto no trabalho  de promover as iniciativas que incrementem as relações comerciais entre o Brasil e o estado da Flórida.

Por fim, agradecemos o apoio de leitores e anunciantes, cuja fidelidade e incentivo durante o ano que passou nos motivou a continuar a todo vapor com o projeto da BizBrazil Magazine, na certeza de que há muito mais sucesso ainda no seu futuro.