É brasileiro o corretor imobiliário número um de Boca Raton, no Sul da Flórida, em termos de satisfação dos clientes. Trata-se do paulistano Sergio Uliana, que atua na área há apenas cinco anos. Ele recebeu esta distinção da plataforma digital RateMyAgent, um recurso on-line que apresenta os resultados das transações concretizadas em cada região do país, com a avaliação dos próprios envolvidos. Sergio teve praticamente a pontuação máxima no indicador de desempenho no atendimento às expectativas dos seus vendedores/compradores, com 40 das 41 aferições com cinco estrelas – e a outra, com quatro estrelas.

“O reconhecimento demonstra que estou no caminho certo em relação à maneira como faço meu trabalho e serve também de motivação extra para que eu continue colocando o cliente sempre em primeiro lugar. Afinal, a compra ou venda de um imóvel é, normalmente, a decisão financeira mais importante na vida de uma família, e esta experiência não deve ser traumática”, resume Sergio. Mais de quatro mil corretores disputaram o prêmio em Boca Raton, num total de 25 mil profissionais só em Palm Beach County (no Condado ele ficou em 7º lugar). O brasileiro tem a rara certificação de CLHMS, para especialistas que atuam no mercado multimilionário de luxo.

Afinal, qual é o segredo do sucesso de Sergio? Segundo o próprio, não há fórmula mágica: conhecimento da dinâmica do mercado, ética na intermediação do negócio e, principalmente, respeito ao consumidor. “Pode parecer muito óbvio, mas o diferencial está em condutas simples como o atendimento cortês, o retorno imediato das ligações e a percepção das necessidades do cliente”, conta o profissional, sem medo de revelar o caminho das pedras. Ele acrescenta que o público com quem trabalha (não apenas brasileiros) é exigente e, por isso, o serviço prestado tem que ser sempre de excelência. A sua área de atuação são os condados de Broward e Palm Beach, além da região de Orlando, em particular próximo à Disney, para casas de investimento e veraneio.

Antes de se mudar para a Flórida, há oito anos, com a mulher e o filho hoje adolescente, Sergio foi advogado do mercado corporativo em São Paulo. O conhecimento das leis, contratos, prazos e relações de direitos certamente vem ajudando na nova profissão. No entanto, o seu maior trunfo é o relacionamento com as partes: “Tirar a licença para exercer a profissão é fácil e qualquer um pode fazer. Só que os verdadeiros corretores imobiliários precisam gostar de gente e saber lidar com as diferentes personalidades dos envolvidos, independente da faixa de preço do imóvel. Fico feliz quando consigo minimizar os problemas e superar as expectativas dos meus clientes. O mercado é dinâmico e muda muito rápido – e precisamos estar atentos a todas as oportunidades e nuances que o Sul da Flórida apresenta”.

O prêmio em forma de placa do site RateMyAgent junta-se a outras homenagens recebidas na sua curta trajetória no mercado. Sergio foi, por exemplo, o profissional mais destacado de sua empresa (“Top Producer”) por dois anos seguidos, e hoje lidera o “The Team Boca”, com mais cinco corretores em seu time. O futuro é promissor. Ele tem se preparado para obter a licença de “broker” e, assim, alçar mais um degrau na carreira, onde poderá ampliar sua atuação independentemente. “O mercado apresenta desafios que podem ser superados se o profissional estiver bem preparado. As perspectivas imobiliárias na área são muito animadoras e os clientes precisam de um suporte mais próximo”, acredita o brasileiro. Independentemente dos desafios no horizonte, a história de Sergio já valida uma famosa frase de Albert Einstein: “Não tente ser uma pessoa de sucesso, mas uma pessoa de valor… o sucesso é consequência”.